Foto: Pixabay

Enem: 6 dicas estratégicas para as provas

Faltam poucos dias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – será realizado em 5 e 12 de novembro. No primeiro domingo o candidato será desafiado em questões de múltipla escolha, relacionadas a Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas. Esta também será a data da prova de redação, exigindo a elaboração de um bom texto dissertativo-argumentativo. O segundo dia terá Matemática e Ciências da Natureza. Com o objetivo de auxiliar os candidatos a fazer a prova da melhor forma possível, e com uma boa estratégia de administração de tempo, o Curso Poliedro preparou algumas dicas estratégicas. Confira:

1 – Descanso

O corpo e a mente precisam estar preparados para enfrentar horas de prova. No primeiro domingo, os estudantes terão cinco horas e meia para realizar o exame e, no segundo, quatro horas e meia. Por isso, nos dias que antecedem o Enem, é preciso dormir a quantidade de horas necessárias para um bom descanso.

2 – Boa alimentação

Antes do exame, a recomendação é uma alimentação leve e saudável. Com um intervalo de duas a três horas durante a prova, a dica são alimentos que possuam carboidratos de reduzido índice glicêmico (em geral os integrais) e ricos em fibras, como frutas, barras de cereal e biscoitos integrais – eles ajudam a prolongar a saciedade e a regular o açúcar no sangue. Mas deve-se evitar barras de chocolate e doces, já que eles têm alto índice glicêmico e liberam rapidamente açúcar no sangue.

3 – Estratégia

Uma boa ação na prova é deixar as perguntas consideradas mais difíceis para o final. “Considerando que 20 minutos é o tempo necessário para preencher o gabarito, sobrarão pouco mais de 2,5 minutos para cada questão. Isso indica que a seleção de questões a serem feitas inicialmente conta muito na estratégia geral da prova, pois, começando pelas mais fáceis é possível ler a prova até o fim e otimizar o desempenho”, indica Vinicius de Carvalho Haidar, coordenador do Curso Poliedro.

4 – Tempo para a redação

No dia da prova de redação, uma tática muito utilizada por alunos é primeiramente ler o tema da e fazer um brainstorming por alguns minutos. Após isso, deve-se resolver as questões e deixar a redação para o final, pois o enunciado delas podem até auxiliar nesse aspecto e, durante a prova, é normal surgirem novas ideias para a construção do texto. Tente reservar pelo menos uma hora da prova para fazer uma boa redação.

5 – Tempo para o cartão-resposta

O tempo de preenchimento do cartão-resposta precisa ser muito bem definido. Se, ao faltar meia hora para o término da prova o aluno já iniciar o seu preenchimento, e finalizá-lo em 20 minutos, terá perdido 10 minutos que poderiam ser utilizados para a resolução ou checagem das questões. Logo, é importante dimensionar e cronometrar o tempo gasto para esta tarefa.

6 – Leitura

O Enem exige a produção de uma redação dissertativo-argumentativa, que deve relacionar questões sociais, políticas, culturais e científicas a partir de uma situação-problema. Neste contexto, a leitura de jornais e revistas é fundamental. A redação do Enem ainda exige que o candidato proponha uma solução para o problema apresentado no tema. Assim, será preciso utilizar criatividade e conhecimento de mundo para elaborar argumentos  fundamentados, defendendo de forma coerente o seu ponto de vista.

LEIA MAIS: Enem 2017 – conheça 5 aplicativos que podem ajudam na preparação para as provas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *