Imagem: Pixabay

Inteligência artificial torna os humanos mais inteligentes. Será mesmo?

*Por Enio Klein

Recursos tecnológicos vêm com velocidade e frequência cada vez maiores e com potencial enorme de transformar a nossa vida, a sociedade, os empregos e as empresas. A inteligência artificial é inevitável. Mesmo assim, muita gente ainda não não têm ciência disso. Muitos executivos estão subestimando quão rápido as mudanças estão acontecendo, e isso pode virar um grande problema, já que tudo ocorre de forma exponencial.

Esse é o alerta que temos lido e ouvido todos os dias vindo de especialistas e lideranças tecnológicas, assim como também se fala na mudança dos empregos e em como o papel dos humanos irá mudar em função de tudo isso. Será que a inteligência artificial irá tornar os humanos mais inteligentes ou fará aflorar justamente a grande falha que encontramos na maior parte das empresas? Processos ineficientes que levam a resultados ruins ou a custos muito altos. Ou aos dois.

Enio Klein. professor (Foto: Divulgação)

A inteligência artificial poderá automatizá-los e melhorá-los como nenhum ser humanos poderia, dada a capacidade das máquinas de processar milhões e milhões de dados. Mas se os propósitos e os objetivos não forem bem determinados pelas pessoas, de nada adiantará tamanho poder. O resultado não virá.

É preciso olhar para a tecnologia não como um brinquedo ou algo moderno para atrair as pessoas, mas como um instrumento que poderá ampliar a inteligência humana em prol da economia das empresas e da experiência de seus clientes. Desde que os processos sejam bem-criados e desenhados. Caso contrário, além de perderem dinheiro, as empresas perderão muitos clientes. O ser humano cria e desenha. A máquina aprende e amplifica. Se aprender errado, as consequências poderão ser desastrosas.

*Enio Klein é CEO & General Partner da DOXA ADVISERS, professor nas disciplinas de Vendas e Marketing da Business School São Paulo e coach pessoal e profissional pela International Association of Coaching (IAC/SLAC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *